Sebrae Microempreendedor Individual ( MEI )

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Aqui está um Modo Rápido de Legalizar Seu Negócio Sem ter que Contratar um Contador, usando o MEI .

 

Tire as 5 Principais dúvidas e legalize-se hoje mesmo.

O que é MEI – Microempreendedor Individual?

Se você tem um pequeno negócio ou trabalha por conta própria, você já é considerado um Microempreendedor Individual e pode estar habilitado para ainda hoje tirar o seu CNPJ e aproveitar as vantagens de ter uma empresa legalizada.

Abaixo listo 5 dúvidas mais comuns referente a esta modalidade de empresa, tenho certeza que vai te ajudar.

1. Quais são as vantagens de legalizar o meu negócio?

São inúmeras as vantagens de se tornar um Microempreendedor Individual (MEI), dentre elas se destacam, a facilidade de abrir uma conta bancária, a possibilidade de empréstimos com juros baixíssimos e ainda a emissão de notas fiscais que é essencial para que você consiga fornecer produtos e serviços para empresas privadas ou públicas.

2. Estou habilitado para se cadastrar no MEI?

Para se cadastrar no MEI, você tem que observar alguns pontos importantes:

O seu faturamento mensal não pode ultrapassar o valor de R$ 5.000,00 ou R$ 60.000,00 anuais e você não pode ter participação em outra empresa como sócio ou titular, nesta modalidade você pode ter até um empregado registrado em carteira.

O MEI está enquadrado no Simples Nacional (veja maiores informações aqui), e você fica isento do Tributos Federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI, e CSLL), mas fique atendo, pois se você estiver empregado e se cadastrar no MEI, vai perder o direito ao seguro desemprego.

Gostando até aqui? Imagine se você tivesse acesso ao maior acervo de Marketing do Pais. Veja como você pode aprender técnicas de negócio digital de resultado, e aplica-las ainda hoje.

Me diga o seu nome e e-mail para que eu possa te enviar agora mesmo.





100% Seguro.

3. Mas quais as despesas tributárias eu terei ao me cadastrar no MEI?

Muito simples, pois você só terá o custo de R$ 39,40 (INSS), acrescido de R$ 5,00 (caso seja um prestador de serviço) ou R$ 1,00 (para comércio e indústria), estes valores são pagos por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), guia de recolhimento emitida no Portal do Empreendedor.

4. E quais os benefícios previdenciários eu terei direito ao me cadastrar no MEI?

Você como empregador, e sua família terão direito a salário-maternidade após carência, auxílio-doença, aposentadoria por idade, pensão e auxílio reclusão.

Estará protegido em caso de afastamento por doença, aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez e salário maternidade, no caso de gestantes e adotantes, após um número mínimo de contribuições. Sua família terá direito a pensão por morte e auxílio reclusão.

5. Então como faço para me cadastrar no MEI e ter todas estas vantagens?

Primeiramente você deve verificar se o seu caso se enquadra na modalidade de Microempreendedor Individual MEI, conforme disse acima, mas é sempre bom consultar no portal do Microempreendedor clicando aqui, pois pode haver mudanças e eles estarão sempre atualizando para você.

Depois de verificar se você se enquadra na modalidade MEI, você poderá se cadastrar de duas maneiras.

1º.  Diretamente no portal clicando neste link: Formalização – Inscrição.

2º. Com ajuda de uma empresa de Contabilidade que são optantes pelo simples nacional e estão espalhadas por todo Brasil, a formalização e a primeira declaração anual não terão custos para você.

Consulte as empresas habilitadas clicando aqui.

O Sebrae criou uma área exclusiva para apoiar o Microempreendedor Individual, achei muito interessante e coloquei abaixo o vídeo que fala sobre o assunto.

Dê uma olhada.

Para acessar esta novidade do Sebrae, acesse Microempreendedor Individual Sebrae. 

Agora mãos à obra e ao sucesso, tendo alguma dúvida fique à vontade entrar em contato comigo. 

Um Grande Abraço e até a próxima.

Luzimar Carpinter


“É Dividindo que Multiplicamos Resultados”